12 de março de 2011

Orelheira e grão

No fim de semana passada aproveitei as mini-férias para ir até à Salaborda Nova mas fui já com os dias já planificados em relação ao que ia fazer e até ao que ia comer. Pois há coisas que, embora as façamos da mesma maneira, temos a ilusão que não tem o mesmo sabor de quando são confeccionadas na terra. Assim sendo ia a fazer conta de comer orelheira cozida como é tradição nesta altura do Carnaval. No entanto trocaram-me as voltas e acabei por comer tudo menos o que eu tinha planeado. Apenas uma tacinha de arroz doce para animar!

Era por tradição no Carnaval cozer a orelheira com o focinho do porco e comer com grão e massa. Verdade seja que eu relativamente à sopa de grão com massa não tenho saudades, mas da orelheira com uma fatia de broa de milho, isso sim!

Restou-me aproveitar o sol e o frio que se fazia sentir naqueles dias e a companhia daqueles que me fazem sempre voltar.

Sem comentários: